MAPA DO SITE ACESSIBILIDADE ALTO CONTRASTE
CEFET-MG

Livro sobre direitos humanos com obras de estudantes do CEFET-MG será lançado em agosto

Terça-feira, 31 de julho de 2018
Última modificação: Terça-feira, 31 de julho de 2018

cartaz_livroA literatura a serviço dos direitos humanos, criando pontes entre os indivíduos e derrubando muros de opressões. A partir dessa concepção, nasceu o livro “Vozes: eu ele nós”, que será lançado, em agosto, no Campus I e em Varginha. A publicação das alunas do programa de pós-graduação em Estudos de Linguagens do CEFET-MG, Izabel Diniz e Letícia Santana surgiu com o apoio do edital de temáticas dos direitos humanos da Coordenadoria de Programas de Acesso e Temáticas das Juventudes da Secretaria de Política Estudantil (SPE).

O livro será lançado nos dias 27 e 30, em Belo Horizonte e Varginha, respectivamente. Na Capital, o evento acontece às 14 horas na biblioteca do Campus I. Em Varginha, às 14h30min, no auditório da unidade, como parte do VIII Festival de Arte e Cultura do CEFET-MG.

Para chegar aos textos do livro, as autoras do projeto “Vozes: eu ele nós – literatura e direitos humanos” selecionaram cinco minicontos e 16 poemas entre os enviados. O primeiro critério é que os trabalhos dialogassem com direitos humanos, diversidade e combate às opressões no ambiente escolar.

Edital

O edital de temáticas dos direitos humanos, que já está na sua segunda edição, tem como objetivo estimular e apoiar ações de promoção de direitos humanos, diversidade e combate às opressões no ambiente do CEFET-MG e fomentar entre os estudantes a discussão sobre formas de enfrentamento às discriminações vivenciadas que possam influenciar na permanência na instituição e no pleno exercício da cidadania.

Minientrevista com Izabel Diniz e Letícia Santana

Qual a expectativa para o lançamento?

Nos dias de lançamento do livro Vozes: eu ele nós – literatura e direitos humanos, esperamos reunir os autores e demais alunos que gostam de literatura. Ainda não conhecemos todos os autores pessoalmente, e esta será uma boa oportunidade. Além disso, eles não viram a versão final do livro. Estamos ansiosas para apresentar o livro impresso aos autores, principalmente.

Como foi participar desse projeto?

Desde a época em que fui (Izabel Diniz) professora substituta no CEFET-MG, campi I e II, desejava realizar um projeto como este: a publicação de um livro. Muitos alunos da instituição gostam de escrever, porém não sabem como nem onde publicar seus textos. Grande parte desse público nunca vivenciou a experiência de publicação. Ficamos surpresas com a qualidade dos textos e muito felizes com a participação dos autores.

O que foi mais interessante nessa trajetória?

É sempre bom aprender com  os estudantes. Especialmente, nessa trajetória, aprendemos mais sobre revisão, edição e publicação. Além disso, a felicidade dos autores nos deixou muito animadas com a publicação. É muito gratificante trabalhar com jovens, pois eles têm uma energia que nos contagia.

Secretaria de Política Estudantil