MAPA DO SITE ACESSIBILIDADE ALTO CONTRASTE
CEFET-MG

Exposição fotográfica e debate vão descortinar os (in)Visíveis do CEFET-MG

Quinta-feira, 4 de outubro de 2018

invisiveisReinaldo Gonçalves Santos, 49 anos, trabalha há 21 anos no Campus I do CEFET-MG. Durante seu lazer gosta de viajar para praia ou fazenda e de pescar. O servidor terceirizado representa uma parcela da instituição que é essencial para o seu funcionamento, mas que é invisibilizada social e institucionalmente. Com a proposta de debater e mudar essa invisibilidade, os alunos da graduação do CEFET-MG Milene Magalhães e Yasmine Evaristo (Letras) e Max Ferreira (Engenharia Ambiental e Sanitária) desenvolveram – por meio do edital de temáticas de direitos humanos da Secretaria de Política Estudantil (SPE) – o projeto “(in)Visíveis”, que contará com exposição de fotografias, debate e distribuição de pop cards.

Para discutir o lugar social que esses profissionais ocupam dentro do CEFET-MG, haverá um debate, dia 24 de outubro, das 19h às 21h, no Caxiódromo (espaço do Grêmio). Estarão presentes os funcionários que foram fotografados para a exposição, dando depoimento sobre o apagamento social que sofrem no ambiente de trabalho; a profa. Dra. Cláudia França (CEFET-MG); e a doutoranda Neusa Silva da UFMG, que pesquisa temas relacionados à Educação e Inclusão Social, Relações de Gênero e Trabalho, Educação e Formação Profissional.

Exposição de fotografias acontecerá no hall do Campus I. A escolha do nome “(in)Visíveis”, com o prefixo in em parênteses, é um jogo de linguagem entre a presença (corpo) e a ausência (de valor e de reconhecimento da atividade de trabalho que realizam). Uma crítica ao não reconhecimento e valoração da atividade e da identidade profissional de determinadas categorias.

A proposta da exposição é contribuir com o processo de visibilidade desses homens e mulheres que também compõem a comunidade acadêmica do CEFET-MG, mas que, do lugar de onde realizam a prática de sua atividade de trabalho, passam despercebidos enquanto sujeitos na dinâmica institucional pelas centenas de pessoas que circulam pelos campi.

Pensar por trás dos uniformes

O objetivo da Mostra (in)Visíveis é “provoca-ação”! É proporcionar um momento de reflexão capaz de levar as pessoas a pensar que por trás dos uniformes há uma existência que, por sua vez, tem sua própria história, sua própria competência e sua própria sabedoria. A Mostra busca tornar mais evidente a relação social de poder e de apagamento a que esses profissionais são submetidos em seu dia a dia de trabalho, buscando levar as pessoas, ao contemplar as fotografias, a suprimir, ainda que apenas no ato da “provoca-ação”, os parêntesis.

Secretaria de Política Estudantil